Maukie - the virtual cat

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Dia muito difícil...


Difícil de acreditar e aceitar a perda do amigo e companheiro de cena Walter Wizzard. A forma como tudo ocorreu me deixou muito abalado.
Mas como diria Guimarães Rosa "A gente não morre. Fica encantado" e ele se encantou...
Que muitas pripriocas perfumem seu caminho! :')

Fica aqui nossa MIXORDIANA homenagem, amigo:

Walter Wizzard


O Grupo Teatral Loa deixa aqui registrado seu luto pela perda de uma das suas estrelas Walter Wizzard que nos deixou pra brilhar no céu.
MUITA LUZ PRA VOCÊ QUERIDO!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

e Todos os Outros.


Ontem fui encontrar Rômulo e me deparei com Ubaldo que me fez lembrar Hilda. Desejei Rimbaud mas dormi com Drummond. Hoje beijei Frida, desabafei com Zélia e cantei com Elisa. Logo mais tenho um encontro com Heliodora e João vai me falar mais sobre Saramago. Por fim, vou amar como Álvares mas acabar a noite transando é com o Caio mesmo.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Silvero Pereira


PARABÉNS pessoa, ator, diretor, profissional de teatro Silvero Pereira!
Muita luz, humildade e reconhecimento em seus trabalhos.
Que sua inteligencia e esperteza o leve cada vez mais longe.
Foi/é um prazer aprender com você sempre!
Grande abraço!
Emis Bastos.

domingo, 19 de junho de 2011


‎"Quem vocês pensam que são? Melhor, quem vocês pensam que serão? Teatro é isso agora, é no momento. Sonhar é bonito, é lindo, ser reconhecido, maravilhoso, mas a coisa aqui é maior que isso. Fazemos teatro, ou pelo menos eu faço, porque acredito que isso aqui que fazemos pode mudar a cabeça de pelo menos 1% das pessoas que colocam a bunda nestas cadeiras desconfortáveis."

MIXÓRDIA

Opinião


Enquanto o teatro aqui em Fortaleza continuar sendo feito para o próprio "teatro" realmente não há como se esperar mais público na platéia! Quando as "estrelas" lembrarem que quem as contemplam são seu público, aí sim será dado o passo para o verdadeiro reconhecimento do artista.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Cinema Brasileiro 2011


Quando o foco do cinema brasileiro deixar de ser apenas FAVELA, APELO SEXUAL e ÊXODO RURAL, quem sabe eu vote...
Ah, nada contra favelados, bundas ou retirantes, mas a produção NACIONAL é muito mais do que isso!!!

domingo, 29 de maio de 2011

Álvares de Azevedo - São Paulo 20 de julho de 1848


‎"Eu sinto no meu coração uma necessidade de amar, de dar a uma criatura este amor que me bate no peito."

A Rita alí...

terça-feira, 24 de maio de 2011

‎"Yo sólo quiero cinco cosas ..
El primero es el amor sin fin
El segundo es ver el otoño
El tercero es el grave invierno
En cuarto lugar el verano
La quinta cosa son tus ojos
No quiero dormir sin tus ojos.
No quiero ser ... sin mirarme.
Insisto en que siguen a la primavera en mí."

Pablo Neruda.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

AMANTES


"Dançaram uma valsa violenta tecida pelos metais da modernidade, onde ela em seguida rodopiou pelo espaço e ele marcou passo a compasso. Frente a frente num disparo de mortal desejo caíram em trêmulos braços para se deliciarem em beijos doces e lânguidos."
Emis

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Para quê?! (Florbela Espanca)


Tudo é vaidade neste mundo vão…
Tudo é tristeza; tudo é pó, é nada!
E mal desponta em nós a madrugada,
Vem logo a noite encher o coração!

Até o amor nos mente, essa canção
Que nosso peito ri `a gargalhada,
Flor que é nascida e logo desfolhada,
Pétalas que se pisam pelo chão!…

Beijos d´amor? Pra quê?!… Tristes vaidades!
Sonhos que logo são realidades,
Que nos deixam a alma como morta!

Só acredita neles quem é louca!
Beijos d´amor que vão de boca em boca,
Como pobres que vão de porta em porta!…

Eu (Florbela Espanca)



Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho, e desta sorte
Sou a crucificada… a dolorida…

Sombra de névoa ténue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!…

Sou aquela que passa e ninguém vê…
Sou a que chamam triste sem o ser…
Sou a que chora sem saber porquê…

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Meio a meio.


"Hoje lembrei de você.
Lembrei tanto que comprei a sua pizza favorita.
Trouxe pra casa como costumávamos a fazer e acompanhada de um grande copo de refrigerante, comi sem deixar um pedaço sequer. Não por saudosismo, ou gula, mas porque o que eu queria na verdade, era estar comendo o seu fígado!"
Emis

terça-feira, 26 de abril de 2011

Há dias em que o raio de sol não consegue ultrapassar as pesadas nuvens de chuva. O jeito é deixar chover... pois que chova cores e rosas!

Emis.

UVAS com VODKA e CHOCOLATE com BEIJOS

‎"A vida não tem ensaio, mas tem novas chances!"

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Dica de Leitura


Um livro que reúne a história da dramaturgia e do espetáculo, análise estética e crítica das tendências e correntes artísticas vigentes dentro e fora do palco, as figuras e obras marcantes da criação cênica e sua inter-relações, enfeixa num só volume um repertório que será de utilidade indubitável para quem, especialista ou iniciante, buscar em suas páginas informações precisas e uma visão dos períodos mais representativos da história do teatro.

segunda-feira, 18 de abril de 2011


‎"- Não. Eu vou e você fica. E vai me esquecer, trazer outra pra cá. Moça, bonita, cheia de vida. Vão dançar como nós dançávamos, vão brincar de amantes nesta mesma cama onde nós brincávamos. E eu não quero. Me beija na boca pra morrer também."

Orlando Bastos.

‎" - O que é que sentimos um pelo outro, minha cara Carolina?
- Ora... você bem sabe: um amor mais forte do que a morte."
Orlando Bastos.

sábado, 9 de abril de 2011

A Lei do Mundo - Taniko


‎"Das muitas experiências que se tem na terra a mais triste é quando uma pessoa se separa da outra e as duas estão vivas! Por isso a separação pela morte é melhor, dói menos. A eterna transformação de todas as coisas é a lei do mundo..."

sexta-feira, 8 de abril de 2011


‎"Não poderia desenhar nada agora, nem sequer um traço, embora jamais tenha sido tão grande pintor quanto neste instante."
Werther.

‎"Oh, meu amigo, quantas esperanças desapontadas! Quantos planos destruídos!" Werther.


A morte de Werther, quadro de Baude.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Palavras - Roberto Carlos/Erasmo Carlos

"Eu fiz daquele amor o meu sonho maior
Minha razão de tudo
Foi pouco o que restou
De tanto que existiu
Recordações e nada mais
O que restou
Recordações
E nada mais..."

segunda-feira, 28 de março de 2011

Já dizia Almeida Garrett:


‎"Em seus olhos ardentes os pus.
que fez ela?, eu que fiz? - Não no sei;
Mas nessa hora viver comecei..."

O amor é inexplicável mas tem umas coisas que você pode entender...


Vídeo promocional Serenata de Amor.

sábado, 26 de março de 2011

Coisa linda do papai...


ooooh sono!
Frida José.

‎"Cansei de feijão com arroz! Quero me queimar de prazer no baião-com-pimenta..."

Ouvi essa frase sendo dita por uma senhora na parada de ônibus do Benfica e nunca mais a esqueci.

Rafael Barbosa.

sexta-feira, 25 de março de 2011


"Eu sei que todos os dias quando eu acordo Deus dá um sorriso e me diz: Estou te dando a chance de tentar de novo..."

Caio Fernando Abreu.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Imagens do Barroco


‎"La Venus del espejo" é uma pintura de Diego Velázquez (1599-1660). A obra representa a deusa Vênus numa pose erótica, deitada sobre uma cama e olhando para um espelho, que sustém o deus do amor sensual, o seu filho Cupido.


"Vanitas" de Philippe Champaigne (1602 - 1674) pintor francês.


‎"Vanitas" de Pieter Claesz (1590 - 1661) pintor holandês.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Eh, Bocage!


Lá quando em mim perder a humanidade
Mais um daqueles, que não fazem falta,
Verbi-gratia — o teólogo, o peralta,
Algum duque, ou marquês, ou conde, ou frade:

Não quero funeral comunidade,
Que engrole sub-venites em voz alta;
Pingados gatarrões, gente de malta,
Eu também vos dispenso a caridade:

Mas quando ferrugenta enxada idosa
Sepulcro me cavar em ermo outeiro,
Lavre-me este epitáfio mão piedosa:

"Aqui dorme Bocage, o putanheiro;
Passou a vida folgada, e milagrosa;
Comeu, bebeu, fodeu, sem ter dinheiro."

sexta-feira, 18 de março de 2011

MIXÓRDIA - Mistura Desordenada de Fragmentos


Theatro José de Alencar.
Em comemoração ao mês do Teatro e do Circo.
20/03 domingo às 19h
GRÁTIS!

terça-feira, 15 de março de 2011

Shakspeare tem disso...

‎"Você diz que ama a chuva,
mas você abre seu guarda-chuva quando chove.
Você diz que ama o sol,
mas você procura um ponto de sombra quando o sol brilha.
Você diz que ama o vento,
mas você fecha as janelas quando o vento sopra.
É por isso que eu tenho medo.
Você também diz que me ama."

William Shakspeare

segunda-feira, 14 de março de 2011

Metamorfoses do Espírito


"O espírito passa por 3 metamorfoses: se transforma em camelo. O camelo em leão. O leão tem que enfrentar o dragão "TU DEVES" dizendo a ele "EU QUERO" para finalmente se transformar em criança onde enfim conquistará o seu próprio mundo."

Nietzsche.

O PRÉ: AMOR

Quand la mort est si belle,
Il est doux de mourir.
V. HUGO

Amemos! quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!

Quero em teus lábios beber
Os teus amores do céu!
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança!
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir!

Vem, anjo, minha donzela,
Minh’alma, meu coração...
Que noite! que noite bela!
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento,
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

Álvarez de Azevedo

O PÓS: ADEUS, MEUS SONHOS!

Adeus, meus sonhos, eu pranteio e morro!
Não levo da existência uma saudade!
E tanta vida que meu peito enchia
Morreu na minha triste mocidade!

Misérrimo! votei meus pobres dias
À sina doida de um amor sem fruto...
E minh’alma na treva agora dorme
Como um olhar que a morte envolve em luto.

Que me resta, meu Deus?!... morra comigo
A estrela de meus cândidos amores,
Já que não levo no meu peito morto
Um punhado sequer de murchas flores!

Álvares de Azevedo.

domingo, 6 de março de 2011

Meu eterno amor e agradecimento: IVETE SANGALO





Aqui só o silêncio fala.
Sabe quando o vento para antes da chuva?
Aquela suspensão como se fosse um minuto de silêncio antes do temporal?
É ISSO!!!
Só espero que seja um temporal de coisas boas!
E sinto muito que será...
Como diria Caio F. "Que seja doce".

Então, tá...


"Sou cachorra sou gatinha
não adianta se esquivar
vou soltar a minha fera
eu boto o bicho pra pegar."

sexta-feira, 4 de março de 2011

Amor de Bengala - Marco André


O amor se constrói com as diferenças,
nem tudo é tudo que se pensa,
nem tudo que sorriu compensa,
nem tudo que chorou separa.

O amor se agita na dormência,
o amor dormindo não se abala,
nem tudo nada em recompensa,
nem tudo que cola repara.

O amor só serve imperfeito,
daquele que, sangrando, sara.
Amor que traz rancor no peito
é feito agiota e metralha.

O amor se toca na cadência,
o amor cadente nos engata
num sonho de sonho vidente
de vida indecente e pacata.

O amor, às vezes, fica mudo,
o amor, quando tá mudo, fala,
o amor se enrola na presença,
o amor ausente se embala.

Eu curto você,
eu corto você,
pois você é cara.
Se vê de coroa
e todo o prazer
fugir de bengala.

Pequeno Dicionário do Amor (brega'n'bass do amor)


O amor flagela,
o amor migalha,
o amor congela,
o amor navalha.
O amor desarma,
o amor guerreia,
o amor corre nas veias,
o amor joga na vala.

O amor semeia,
o amor desmata,
o amor permeia,
o amor te mata.
O amor é sacrilégio,
o amor não tem colégio,
o amor te sacaneia,
o amor te desampara.

O amor supera o sonho,
o amor, sonhando, embarca,
o amor chuta a canela,
o amor dá de trivela,
o amor é farofeiro,
o amor é magnata.
O amor come poeira,
o amor rompe o silêncio,
o amor é conseqüência,
o amor é contra-senso.

O amor é indefeso,
o amor sucumbe ileso,
o amor começa e pára,
o amor sobe à cabeça,
o amor desce a porrada.

O amor é lindo,
o amor é love,
o amor é índio,
o amor é rock.
O amor é black,
o amor é blue,
o amor é vinho,
o amor é cool.
O amor é leve
o amor é trash,
o amor é sério,
o amor é riso.
O amor é paraíso,
o amor é infernal,
o amor é impreciso,
o amor é pontual.

O amor é night,
o amor é dia,
o amor noite,
o amor é fria.
O amor é loucura,
o amor é tesão,
o amor é fissura,
o amor é solidão.
O amor é luta livre,
o amor é ioga,
o amor tem sinusite,
o amor advoga.
O amor é bicha,
o amor é machista,
o amor é futurista,
o amor não marca hora.

O amor, de amor austero,
amor de amor perfeitinho,
é amor de amor sem destino,
é amor de amor sem elo.
O amor, de amor imperfeito,
amor de amor paralelo,
é amor de amor no peito,
amor de muito carinho.

Composição: Marco André

quinta-feira, 3 de março de 2011

"Passei quase toda infância perguntando pra Deus porque a água do mar não podia ser doce, só porque queria mergulhar de olhos abertos..."

Beu.

‎"Estou apenas enterrando as impurezas e toxinas da minha vida e deixando brotar uma bela e frutífera árvore, e que seja doce."

‎"O amor que hj eu levo dentro do meu peito é o meu maior presente... o amor..."

"Os encontros mais importantes já foram combinados pelas almas antes mesmo, que os corpos se vejam."
Caio Fernando Abreu

Better Alone - Melanie C


"I know I really should thank you for setting me free
It's really amazing the changes I'm starting to feel
It's not gonna be long till I'm fit and strong
Deliverance helped me heal still I wonder if you ever wish you still had me..."

X, ENCONTRO MARCADO!!!

"Me deu saudade de você
Me deu vontade de surpreender
De fugir, pra ir te ver
Ficar contigo, se perder
Como é difícil entender...
Eu sinto falta sem ao menos conhecer

Talvez seja natural
Você pode ter sido feita pra mim
Embora não seja normal
Meu coração esta dizendo sim

Então pra variar, me deixo levar
Penso nos seus braços me abraçando
Sua pele me tocando
Sua boca a me beijar..."

Saulo Fernandes

‎"Arrumei a casa, preparei o coração
Esperando sua chegada, tão sonhada.
Vesti o melhor sorriso,
Espalhei pelo chão, o perfume da rosa mais enfeitada
Pra te colorir e te cobrir de bem querer!"

Saulo Fernandes

Novidades diárias como doses homeopáticas



Fiquei magoado, não por me teres mentido, mas por não poder voltar a acreditar-te, pois no meio da luta, você preferiu ser o nêgo filho da puta da história que escreveram pra você encenar, da promessa que fizeram pra você cumprir, pra vc pagar. Agora fica de joelhos e comece a cuspir todos os meus beijos. Isso. Agora recolhe! Engole a farta coreografia destas línguas. Varre com a língua esses anseios. Dedetize essa chateação que a gente chamou de desejo.
Voltar? Mais do que querer você de volta, eu ME quero de volta.
Você fala como se eu estivesse muito bem nesta situação que vc armou. Alias, quem é vc pra falar de sentimento? Tudo o que vc sabe sobre a vida é vídeo game e masturbação.
Eu queria nunca ter servido aquela maldita sopa de berinjela, nem enviado aquela droga de flores brancas e jamais deveria ter trepado ao som de Billie Hooolidaaaay!
Não, já tirei essa ideia de suicídio da cabeça. Vc também não merece isso, não mais!
Resolvi seguir seu conselho e me tratar. Comecei a tomar comprimidos de novidades diárias como doses homeopáticas.
Pode levar. Não, não insista! Ao sair, leve também essa bobagem que você chamou de amor à primeira vista.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011


‎"Quando vc disser que longe é um lugar que não existe, se lembre também de me dizer onde é que vc vai estar então." Ludov

sábado, 19 de fevereiro de 2011


Eu queria nunca ter servido aquela maldita sopa de berinjela,
Nem enviado aquela droga de flores brancas
E jamais deveria ter trepado ao som de Billie Hooolidaaaay!

"Quem é vc pra falar de sentimento? Tudo o que vc sabe da vida é vídeo game e masturbação."